Contato Blog Português
Personalizar Página de Erro no cPanel

28 de setembro de 2018 ⋅ admin
Tutoriais


Quando entramos em um site e determinada página não existe mais, o servidor nos redireciona a uma página com uma mensagem de erro, ou quando ocorre um erro no servidor.
Se não forem configuradas as páginas de erro, o visitante do seu site irá ver uma mensagem padrão do servidor, que não explica muita coisa, apenas avisa o mesmo para entrar em contato com o suporte.
Com o recurso de páginas de erro personalizadas, você poderá montar uma página utilizando texto e/ou HTML para mostrar ao visitante no lugar de uma mensagem de erro padrão.

Para seguir o passo a passo abaixo, é necessário que você tenha acesso ao Painel de Controle (cPanel)

1º Passo

Primeiro de tudo, faça login no cPanel. Localize a seção Avançado e clique em Páginas de Erro.

 

2º Passo

Na seção Páginas de Erro, siga os passos abaixo:

  1. No campo Gerenciamento do menu suspenso, selecione o domínio onde está a página de erro que você irá editar.
  2. Na lista abaixo, clique sobre a página de erro que você deseja editar.

 

3º Passo 

Na tela de edição da página de erro, você pode inserir o código HTML ou inserir algumas tags.

  • URL de referência: mostra qual URL de origem do visitante.
  • Endereço IP do visitante: mostra o endereço IP do visitante do seu site.
  • URL solicitado: URL que o visitante está tentando acessar.
  • Nome do servidor: mostra o nome do servidor.
  • Navegador do visitante: lista o tipo de navegador do visitante.
  • Código de status do redirecionamento: exibe o código da mensagem de erro, como 404 ou 500, etc.

Após personalizar sua página de erro clique em Salvar.

Caso queira personalizar ou editar outros códigos de páginas de erro clique na aba mostrar todos os códigos de status de erro HTTP e aparecerá uma listagem completa com todos os erros. Veja a lista completa abaixo:

  • 400 (Solicitação incorreta)
  • 401 (Autorização obrigatória)
  • 402 (Pagamento obrigatório)
  • 403 (Proibido)
  • 404 (Não encontrado)
  • 405 (Método não permitido)
  • 406 (Não aceitável)
  • 407 (Autenticação de proxy obrigatória)
  • 408 (Tempo limite de solicitação)
  • 409 (Conflito)
  • 410 (Abandonado)
  • 411 (Tamanho obrigatório)
  • 412 (Falha na pré-condição)
  • 413 (Entidade de solicitação muito grande)
  • 414 (URI de solicitação muito grande)
  • 415 (Tipo de mídia não compatível)
  • 416 (Intervalo de solicitação não atendido)
  • 417 (Falha na expectativa)
  • 422 (Entidade não processável)
  • 423 (Bloqueado)
  • 424 (Falha na dependência)
  • 500 (Erro interno do servidor)
  • 501 (Não implementado)
  • 502 (Gateway inválido)
  • 503 (Serviço indisponível)
  • 504 (Tempo limite de gateway)
  • 505 (Versão de HTTP não compatível)
  • 506 (Variante também negocia)
  • 507 (Armazenamento insuficiente)
  • 510 (Não estendido)

Sinta-se livre para usar outras variáveis, e criar a página que você quer para explicar melhor para o seu cliente que sua página está enfrentando problemas. Você pode pensar em mensagens de erro criativas e divertidas também.